nans @ 23:49

Dom, 30/09/12

Vamos apenas dizer que não me lembro de metade das coisas que se passaram no volume anterior, "Eternidade", que não é um livro, vá, memorável. 
Ao ler o "Lua Azul" fui-me deparando com factos e personagens que não fazia a minima ideia de quem eram, mas que tinham aparecido no livro anterior (uma delas era o fantasma da irmã da protagonista).
Eu tenho uma pergunta a fazer, antes de mais. Porque é que os escritores deixam sempre a acção toda para as dez últimas páginas e nas duzentas páginas (ás vezes mais) anteriores andam ali a engonhar? 
A sério, por muito que queira gostar da saga, a verdade é que há ali muito coisa que serve apenas para nos fazer perder tempo e não interessa nem ao menino Jesus. Ao ler esta saga sinto que estou a ler algo demasiado juvenil, porque não há nada que torne o livro em algo interessante para um leitor mais velho. Não há nada sensual (e não me venham com a história de que eles marcam um quarto para irem para o freaky freaky, porque isso nem chega perto de acontecer), não há lutas emocionantes ... e, definitivamente, Ever é uma das piores heroínas actualmente. Por mais que ela tente, ela não tem qualquer estofo para ser uma heroína. E quer dizer, voltar atrás no tempo, para recuperar a vida que tinha, sem Miles, Haven, Sabine e Damen? Que raio de heroína faz isso? Qual é a heroína que opta pelo caminho mais fácil, optando por uma vida sem o seu par romantico? E não me venham com a história de que foi por amor, que ela fez aquilo para o salvar, porque não foi. Ela voltou para o passado porque não queria mais ser a esquistóide da escola e porque o Damen (sobre o feitiço de Roman) tinha acabado com ela. Ela queria voltar a ser popular e normal e por isso voltou ao passado, porque se ela fosse fazer algo por amor, de certeza que não era voltar ao passado e deixar o presente todo num caos e o Damen mais para lá do que para cá. 
E ... eu nem sei como colocar isto por palavras. Twilight. Sim, a saga dos vampiros que parecem bolas de espelho. É impressão minha ou vi lá muitas falas saidas dessa saga? "I was inconditionally in love with him", acho que ela aparece neste livro, bem como a referência a leões e cordeiros. Mas "Os Imortais" agora vão-se transformar num "Twilight"?
Gostei do livro? Não muito. Se o recomendo? Sim, se forem adolescentes á procura de uma boa leitura. 


Sinopse;
Quando Ever está a aprender tudo o que consegue sobre as suas novas capacidades como imortal, iniciada nesse mundo sombrio e sedutor pelo seu amado, algo de terrível acontece a Damen. Os poderes de Ever aumentam mas os de Damen começam a enfraquecer depois de ter sido acometido por uma doença misteriosa que lhe ameaça a memória, a identidade e a própria vida. 
Desesperadamente ansiosa por salvá-lo, Ever viaja até à misteriosa dimensão conhecida por Summerland, onde descobre não apenas os segredos do passado de Damen - a história de brutalidade e de tortura que ele queria manter oculta -, como também um texto antigo que revela os mecanismos do tempo. Com uma Lua Nova iminente a enquadrar a sua única possibilidade de viajar no tempo, Ever vê-se obrigada a decidir entre fazer o relógio andar para trás e salvar a sua família do acidente em que morreram... ou ficar no momento presente e salvar Damen, que fica cada vez mais fraco a cada dia que passa...


find it ...: ,