nans @ 22:37

Qui, 27/09/12

Quem conhece a saga Casa da Noite tem que admitir que a escrita não é das melhores, sendo mesmo infantil e neste livro, pelo menos na minha opinião, tal é bastante evidente. 
Talvez pelo facto de as autoras usarem palavras demasiado "caras" de vez em quando, sendo a restante escrita demasiado simples. 
Um aparte ... a editora deveria de tomar mais atenção aos erros, tanto gramaticais como ortográficos. Fica muito mal um livro ter esses erros. 
Bem, quanto á historia, nada de outro mundo, mas é capaz de no final nos conseguir deixar curiosos sobre a continuação. 
A sensação que tive que o livro todo foi escrito apenas para "engonhar" e apenas no fim é que temos a acção toda. Lemos cerca de 200 paginas de pura palha, que facilmente é dispensável para a historia. 
É impressão minha ou da Casa da Noite tem vindo a perder qualidade?

Sinopse; A vida é dura quando os amigos nos viram as costas. Que o diga Zoey Redbird que, em uma semana, passou de três namorados para nenhum, e perdeu a confiança do seu grupo íntimo de amigos. E o pior é que Zoey sabe que a culpa é sua. Marginalizada por todos, ela não resiste a criar amizade com o novo aluno da Casa da Noite, o arqueiro olímpico James Stark. Entretanto, Neferet declarou guerra aos humanos depois do assassinato de dois vampyros mortos pelo Povo da Fé. Mas ao contrário das promessas da Sumo-Sacerdotisa, as últimas visões de Afrodite mostram um mundo cheio de violência, ódio e trevas. Zoey sabe que é errado lutar contra os humanos, mas quem está disposto a dar-lhe ouvidos? As aventuras de Zoey na escola de vampiros tomam um caminho perigoso em que as lealdades são testadas, e um antigo mal é despertado...