nans @ 00:58

Ter, 02/10/12

Continuo a dizer; esta saga é a mesma coisa que a saga da Irmandade da Adaga Negra. As personagens são bastante semelhantes, as suas histórias também têm semelhanças ... enfim.
Apesar desse pequeno "defeito", gostei do livro, bem como até agora tenho gostado da saga.
Não há grande coisa a dizer sobre ele, apenas que notei que é um livro bem mais "adulto" que os anteriores e não me perguntem porquê, apenas fui ficando com essa sensação á medida que ia avançando na leitura. Talvez pelo facto de a personagem feminina ser uma viuva e mãe de um vampiro adulto (que morreu no livro anterior), não sei ... apenas sei que foi essa a sensação com que fiquei.
Quanto á história ... bem, este deve de ser o livro em que acontece o chamado "fim do mundo em cuecas" desta saga. Os planos do Marek são revelados, aparece uma nova ameaça, um vilão é derrotado e outro aparece ... tudo e mais alguma coisa.
Venha o próximo livro, para ver o que se vai passar na história do Rio.


Sinopse;
Com uma adaga na mão e a vingança na mente, a bela Elise Chase percorre as ruas de Boston em busca de vingança contra os Renegados que lhe arrebataram tudo o que amava. Fazendo uso de um extraordinário dom psíquico, ela localiza as presas, consciente de que o poder que possui pode destruí-la. Tem de aprender a dominar o seu dom, e para isso pode apenas pedir ajuda a um homem: Tegan, o mais letal dos guerreiros da Raça. Tegan, que não é alheio à perda, conhece a dor de Elise. Sabe o que é a fúria, mas quando mata os inimigos só há gelo nas suas veias. É perfeito no seu autodomínio até que Elise lhe pede ajuda para a sua guerra pessoal. Forja-se entre eles uma aliança – um vínculo que os unirá pelo sangue – e os mergulhará numa tempestade de perigo, de desejo e das mais sombrias paixões do coração.