nans @ 14:58

Dom, 14/10/12

Antes demais, tenho que referir que o livro é demasiado previsível. A partir do momento em que a trama é apresentada, o leitor começa logo a formar as suas teorias sobre quem são os culpados e afins.
Alerta Spoiler!
Por bem, o livro é bastante básico. A Sydney tem que proteger a Jill, fazendo-se passar por irmã dela, do Eddie e do Adrian. Resumindo, a Lissa ao tornar-se rainha ofereceu á irmã mais nova um alvo e aqueles que são contra a rainha não largam a miúda.
Desde logo adivinhamos que a Jill morreu num ataque e que dessa maneira criou uma ligação com o Adrian. É impossivel uma pessoa não se aperceber disso, as pistas estão todas lá, apenas falta chamar as coisas pelo nome.
Depois temos o mistério das tatuagens dos alquimistas, que não é mistério nenhum, porque é mais do que óbvio que quem está por trás disso é o Keith, um alquimista de não gosta lá muito da Sydney.
O outro mistério é o das Morois mortas. Bem, eu associei isso ao caso das tatuagens, uma vez que é preciso sangue de vampiro para elas serem feitas. Como tal e porque ele parecia demasiado simpático, desconfiei que o Lee, um moroi, também estivesse metido nisso. E é aqui que entra a única parte da história que me apanhou meia de surpresa.
Depois do Keith ser preso pelos alquimistas, por causa das tatuagens, ainda imensas paginas para o fim, o que não é normal, uma vez que estava tudo resolvido e desvendado, excepto o caso do Lee. Como é óbvio, e visto que o Keith estava a retirar sangue do pai do Lee, pensei que ele fosse cumplice dele e que as restantes páginas fossem para o apanhar. Bem, ele nada tinha a ver com as tatuagens, mas sim com as morois mortas. Pelos vistos o senhor Lee foi transformado em Strigoi e depois "renasceu" graças a um utilizador de espítrito. Só que ele gostava de ser strigoi e estava a fazer tudo para voltar a ser o que era, mas pelos vistos isso é impossivel.
Basicamente, apenas a parte do Lee se mostrou uma surpresa, apesar de saber que ele não iria ser um dos bons da fita.
Comparado com Academia de Vampiros, este livro foi demasiado fraco e sinceramente não gosto assim muito da Sydney como protagonista. O que me faz tolerar a personagem é o facto de achar que ela irá fazer algo de bom ao Adrian, especialmente depois do que aconteceu entre ele e a Rose.
Por falar nisso ... quem é que acaba um livro com a frase; "Dimitri Belikov acaba de entrar na sala"??? Não se acaba um livro assim, porque é sacrilégio.

Sinopse;
Sydney é uma alquimista, um grupo de humanos que mexem com magia e servem como ponte entre o mundo dos humanos e dos vampiros. Eles protegem os segredos dos vampiros – e vidas humanas. Quando Sydney é arrancada de sua cama no meio da noite, inicialmente ela acha que ainda está sendo punida pela sua complicada aliança com a dhampir Rose Hathaway. Mas o que ocorre é muito pior. Jill Dragomir – a irmã da Rainha Moroi Lissa Dragomir – está em perigo mortal, e os Moroi devem escondê-la.
Para evitar uma guerra civil, Sydney é chamada para atuar como guardiã e protetora de Jill, passando-se por sua colega de quarto no ultimo lugar em que pensariam em procurar por uma vampira da realeza – um internato humano dem Palm Springs, California. Mas ao invés de achar segurança em Amberwood Prep, Sydney descobre que o drama acaba de começar.
Bloodlines explora toda a amizade, romance, lutas e traições que fizeram a saga nº1 em venda Vampire Academy tão viciante – desta vez em um cenário parte-vampírico e parte-humano onde os desafios são ainda maiores e todos procuram por sangue.