nans @ 22:46

Qui, 27/09/12

Finalmente consegui terminar de ler Sangue Furtivo. O porquê da demora é simples, o livro é completamente parado e desprovido de emoção.
Mais uma vez, encontramos Sookie em apuros, a ser salva por um bando de gajos bonzões que estão completamente caídinhos por ela. Está na altura de mudar o conceito, não? Já são cinco volumes e é sempre o mesmo.
É que é mesmo chato o livro, para não dizer algo pior. São mais de 250 paginas, sem qualquer acção, a não ser mesmo no final do livro, por umas breves paginas, onde tudo o que autora faz é matar duas personagem. Sim, esse é o ponto alto do livro, que apenas acontece nas ultimas páginas, sendo as restantes "para encher chouriço", levando qualquer pessoa a adormecer enquanto lê.
De todos os livros que já li da saga, este sem dúvida é o pior, podendo até entrar na lista de livros que mais odiei ler. 
A escrita é a mesma de sempre, não evoluindo nem piorando.
Um livro desnecessário, que não acrescenta nada de novo á história.

Sinopse;
Sookie Stackhouse, uma empregada de bar na pequena vila Bon Temps, não é alheia a experiências sobrenaturais. Mas agora estranhos acontecimentos estão a mexer com a sua família e nunca antes o sobrenatural esteve tão próximo. Quando Sookie repara que os olhos do seu irmão Jason começam a modificar-se, ela percebe que ele está prestes a transformar-se numa pantera pela primeira vez - uma transformação mais rápida e intuitiva do que a maioria dos metamorfos que ela conhece.
Mas a preocupação de Sookie torna-se mais intensa e assustadora quando um atirador furtivo aponta a sua mira para os metamorfos locais, e os novos "irmãos" felinos de Jason começam a suspeitar que ele pode estar por trás dessa mira. Sookie tem até à próxima lua cheia para descobrir quem está envolvido nestes ataques... a menos que o atirador decida encontrá-la primeiro...